quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Carta ao Pai Natal



Já não tenho fé em alguns Homens,
Já perdi a ideia de que todos devemos dar…
Já não consigo, já nem sei

Em quem devo acreditar.


Assim, pela riqueza da época natalícia
E pela beleza dos sentimentos mais crentes,

Venho recorrer a ti, sem qualquer malícia,
Para ouvires os meus desejos carentes.

 
Em primeiro lugar, neste mundo sem par
Gostaria de ver os Homens, as almas

Sem vontade de lutar.


Depois, para as crianças que sofrem,
Peço a alegria e a meninice

Roubadas pelo mesmo Homem.


E, para terminar, para os animais sofredores
Suplico-te: faz o Homem acabar

Com a tortura e os horrores.


No fundo, Querido Pai Natal,
O meu desejo é só um:

Que o Homem repare o mal
Que destrói o nosso Mundo.

 
Sandra Manso, 2012

3 comentários:

Lucky disse...

Minha amiga faço meus os teus desejos esperando com todo o meu coração que se concretizem.
feliz Natal

Carla disse...

Lindo. São desejos comuns a muita gente, que infelizmente tardam a concretizar-se....
Feliz Natal minha amiga.
Bjs para todos incluíndo as 4 patas.

lucas disse...

lindo!
feliz natal